9 de nov de 2010

Crise Existencial - 34ª Temporada - Capítulo 55

O mercado de turning points está em crise e o tédio se confirma como a grande tendência da estação. A sociedade definiu um novo modelo ultraconceitual de felicidade baseado única e exclusivamente no ato de atochar o dedo na tecla K. Eliandro definha diante da escassez de insights pertinentes. Desta vez nosso heroi não sai às ruas. O fantasma do cinismo ronda o coração de Eliandro como a serpente do Éden. Pelo que lutar? O que defender? Sobre o que articular? Onde termina um ato deliberado e começa o acaso? Qual a diferença entre risoto e arroz de forno? A verdade está lá fora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário