9 de out de 2011

Crise Existencial - 35ª Temporada - Capítulo 07

Nosso heroi se infiltra na misteriosa Seita do Deus Ovíparo e descobre que a Lua é o Ovo do Criador. Chocada pelo calor do sol, ela dará à luz ao verdadeiro filho de Deus, que nascerá faminto e saciará sua fome no planeta Terra, desmascarando os desígnios divinos em que a raça humana não passa puramente de ração para o filhote lunar. Juntando os CDs encalhados da Ke$ha, o lote contaminado de Toddynho com detergente, mísseis cubanos e outras bombas numa grande arma de destruição em massa, Eliandro corre contra o tempo para dar um jeito de explodir a Lua. Mas a seita manda uma facção de lobisomens uivantes e donzelas-zumbis apaixonadas lideradas por São Jorge e o dragão para impedir o paladino da infâmia de pulverizar o falso satélite. Conseguirá o nosso herói minguar os crescentes planos da nova seita cheia de artimanhas? Deus realmente é uma galinha onipresente? A Lua vai iluminar os pensamentos dela e falar pra ela que sem ela eu não vivo? Um episódio poché.

14 de set de 2011

Crise Existencial - 35ª Temporada - Capítulo 06

O país virou refém da Máfia da Piada Analfabeta, que dissemina a ignorância alheia no intuito de alimentar a produção de vídeos constrangedores no Youtube. Em tempos de nota vermelha, nosso heroi invade um laboratório de refino de erros ortográficos comandado por homossexuais debochadinhos de curso superior e visto internacional, que visam criar um exército de palhaços involuntários através do culto a personagens virtuais sem instrução. Conseguirá Eliandro colocar os pingos nos is? Se ser pobre é tão divertido porque todo mundo joga na Megasena? Se errar é humano, então acertar é desumano? Por que o porque tem um porquê? Um episódio particularmente acentuado.

13 de set de 2011

Crise Existencial - 35ª Temporada - Capítulo 05

Com a disseminação das dubladoras de sirene de ambulância, a humanidade corre o risco de ser extinta pela explosão coletiva de tímpanos. Eliandro sai às ruas, munido de sua supersurdez, no intuito de reverter o quadro da tragédia microfonada. A trilha de destruição dos vibratos mutantes leva nosso heroi ao Cemitério Fonográfico Zumbi, de onde saem as almas penadas lamuriantes que amaldiçoam as rádios, o Youtube e as boates gays do centro de São Paulo. Que chances terá o nosso paladino da melodia em vencer a ditatura da cólica musical? Conseguirá Eliandro cantar e cantar e cantar na beleza de ser um eterno aprendiz? Dó é dia, um lindo dia? Um episódio cheio de contratempos.

12 de set de 2011

Crise Existencial - 35ª Temporada - Capítulo 04

Num confronto sem precedentes contra um de seus maiores inimigos, o Poeta Maldito, nosso heroi é atingido pela arma de versos oníricos e começa a pensar de forma abstrata. Lutando para manter a racionalidade do pensar, pensamentos que voam como um rouxinol de luz, um anjo que suspira à minha alma, farfalhando o fôlego inebriante do viver... Eliandro usa todas as suas forças para seguir focado, a foca, a faca, que sangra o perfume do amor exalado pelo coração de uma criança, aquela que brinca na lembrança de que fui... Ou serei? Conseguirá o paladino da infâmia vencer esta peleja, que veleja onde quer que veja o mar que seja o seu coração de cereja? O amor é fogo que arde sem se ver? Nosso heroi sucumbirá à dura poesia concreta de tuas esquinas?

8 de set de 2011

Crise Existencial - 35ª Temporada - Capítulo 03

A última ideia original do mundo corre grande perigo de vida. Cabe ao nosso heroi protegê-la de uma horda de não-seres (criaturas que não são, apenas soam com algo que já foi) a fim de preservar a experiência do insight luminoso. Conseguirá Eliandro impedir uma avalanche de remixes, releituras, sobreposições, remakes, versões, bootlegs, movimentos antropofágicos, miméticos, anacrônicos e outros resgastes promovidos por trendsetters-zumbis? As boas ideias um dia voltarão a reinar? 51 ainda é uma boa ideia? O conceito de inédito já virou fóssil? E por falar em fóssil, por que se chama "Jurassic Park" se tiranossauros e velociraptors viveram no Período Cretáceo?

6 de set de 2011

Crise Existencial - 35ª Temporada - Capítulo 02

Depois de um coma induzido de nove meses por seus inimigos, Eliandro acorda em um laboratório secreto e se descobre grávido. Prestes a parir um experimento científico que combina a informação genética de 324 ditadores, fascistas e déspostas que espalharam o horror pelo mundo, nosso heroi precisa decidir se impedirá o nascimento da besta-fera ou se dará vazão ao sonho de ter filhos. Conseguirá o paladino da infâmia abortar o fim do mundo que cresce em suas entranhas? O valor intrínseco da vida subrepujará o bem maior? Flores são o melhor presente no Dia das Mães? Essas e outras questões na volta triunfal de Crise Existencial.

2 de jan de 2011

Crise Existencial - 35ª Temporada - Primeiro Capítulo!

Os raios de sol atravessam os furos da cortina. Eliandro acorda e percebe que não pode se mover. Está amarrado à cama de um hotel barato com uma mordaça na boca, uma cueca de bolinhas na cabeça e vela derretida nos mamilos. O gosto acre de Doritos na boca se mistura com a dor de cabeça de uma terrível ressaca. Dores estranhas em lugares inusitados sugerem que nosso herói foi vítima de um experimento espeleológico. Escuta-se, no quarto ao lado, a reza de uma novena intercalada pelo som de uma chibata. Por que Eliandro não se lembra de como chegou ali? Quem estará por trás de tudo isso? Dr. Merlot, seu arqui-inimigo? Os Xiitas da Micareta Maldita? Os Fanáticos da TV Aberta? E o pior: como nosso herói vai se livrar dessa? De repente, a porta do quarto se abre.

10 de dez de 2010

Crise Existencial - 34ª Temporada - Capítulo Final!

Capítulo final da 34ª Temporada! Um final de temporadada de proporções bíblicas! Bom estar com vocês, brincar com vocês, deixar correr solto o que a gente quiser. Os dias de cão chegaram ao fim! Pode-se escutar os cavalos chegando! Famílias correm em procura de salvação. Florence profetizou. A Fome, a Peste, a Guerra e a Morte deixam um rastro de sofrimento e destruição pelo mundo. Homens gritam, mulheres choram e blasés desdenham revirando os olhinhos. Eliandro, o nosso herói, o campeão da Crise Existencial, se questiona: combater o Apocalipse e salvar a humanidade só para ela ter chance de cagar com tudo novamente? Se o fim do mundo está chegando, por que tentar evitar? Afinal, não está escrito? Se está escrito, quem escreveu? E este escritor ficou sabendo como? Poseidon está processando o cristianismo pelo plágio do tridente, provando que a falta de criatividade é milenar. Serão os deuses astronautas? Não estamos sós no universo? Häagen-Dazs de cheesecake de morango harmoniza com Chadornnay? Aguardem por novas aventuras na nova e eletrizante temporada. Se o mundo não acabar até lá.

8 de dez de 2010

Crise Existencial - 34ª Temporada - Capítulo 61

Últimos capítulos da 34ª Temporada! O câncer do mershandising entrou em metástase na televisão, carcomendo todo o conteúdo de novelas, seriados e programas matutinos. Atores, apresentadores e diretores se tornaram zumbis canibais viciados em cachês publicitários. Eliandro invade a Nasa e rouba um foguete com uma missão eletrizante: explodir todos os satélites em órbita que transmitem a programação das trevas. Conseguirá o nosso herói dar a volta ao mundo em oitenta dias? Será o fim da dinastia do controle remoto? Afinal de contas, térreo e primeiro andar não são a mesma coisa?

7 de dez de 2010

Crise Existencial - 34ª Temporada - Capítulo 60

Últimos capítulos da 34ª Temporada! Eles estão entre nós. Toda a humanidade está sendo abduzida por extraterrestres. O facho de luz com raio trator é uma realidade muito mais corriqueira do que se imagina. Mas, diferente do que Spielberg possa ter dimensionado nos cinemas, as naves alienígenas não são gigantescas. Na verdade, elas são minúsculas, disfarçadas de smart phones e disseminadas pelo sistema através de lojas de eletro-eletrônicos. Conseguirá Eliandro desmascarar esta invasão dissimulada? Ou a civilização está condenada a viver com a cara enterrada num tablet? Chocolate meio amargo harmoniza com Cabernet Sauvignon?

Crise Existencial - 34ª Temporada - Capítulo 59

Últimos capítulos da 34ª Temporada! Eliandro sai às ruas atrás do líder do sistema. Alvo de onze entre dez acusações no que tange as mazelas da existência humana, o sistema deve ter um manda-chuva que o banque e o nosso herói investiga incansavelmente a raiz de todo o mal que assola a humanidade. Num rastro de dor e incompreensão, mensagens subliminares mandadas pelo orkut revelam pistas intrincadas que requerem uma astúcia nunca antes processada pelo cerebelo de nosso campeão. Conseguirá Eliandro juntar estas pistas para solucionar o mistério? O sistema cairá? Se cair, terei que voltar amanhã? Webcam serve para mais alguma coisa além de masturbação assistida?

25 de nov de 2010

Crise Existencial - 34ª Temporada - Capítulo 58

Uma pandemia cáustica está derretendo o cérebro de todos os adolescentes do mundo, comprometendo o futuro da civilização. Eliandro sai às ruas (como de praxe) para decifrar este mistério. Suas investigações chegam a um laboratório clandestino onde se confeccionam celebridades pop que cantam através de cólicas intestinais. Descoberto, nosso heroi tenta fugir. Mariah Carey soa o alarme. Pink, Rihanna e Christina Aguilera ativam seus lamentos ultrassônicos para derreter o cérebro de Eliandro. Mesmo sendo surdo de um ouvido, conseguirá o nosso heroi resistir à liquefação de seus miolos? A Revista Capricho continua Atrevida? Uma aventura de proporções hormonais.

24 de nov de 2010

Crise Existencial - 34ª Temporada - Capítulo 57

Electroclashers, nu ravers, discopunks, indies, emos e outros andróginos adeptos da automutilação se uniram para dar um basta no temperamento impositivo de Eliandro. A Congregação de Usuários de Tênis Converse chegou ao veredito: castrar nosso heroi e expor suas partes íntimas na Oca do MAM, no Ibirapuera. Estará Eliandro fadado ao ostracismo sexual? Facebook substitui o sexo? E chocolate substitui o amor? E dinheiro substitui a felicidade? E cera substitui gel? Eliandro se tranca no banheiro para se despedir de seu amigo inseparável antes de cair nas mãos da Congregação.

12 de nov de 2010

Crise Existencial - 34ª Temporada - Capítulo 56

Últimas semanas da 34ª temporada! Faltando um mês de sua nova revolução solar, a vida de Eliandro vira um verdadeiro inferno astral. Plutão, ressentido de ter sido rebaixado a planetoide, planeja uma vingança contra a raça humana. Cientistas, filósofos e outros desocupados ficam deliberando existencialismos baratos nos bares da Vila Madalena enquanto nosso heroi pega carona nesta cauda de cometa, ver a Via Láctea e encarar um duelo fatal com o ex-planeta que detém o poder abissal de Hades. Conseguirá Eliandro salvar a Terra da iminente colisão? Ou ele irá brincar de esconde-esconde numa nebulosa? Meu amor, nosso amor, estava escrito nas estrelas?

9 de nov de 2010

Crise Existencial - 34ª Temporada - Capítulo 55

O mercado de turning points está em crise e o tédio se confirma como a grande tendência da estação. A sociedade definiu um novo modelo ultraconceitual de felicidade baseado única e exclusivamente no ato de atochar o dedo na tecla K. Eliandro definha diante da escassez de insights pertinentes. Desta vez nosso heroi não sai às ruas. O fantasma do cinismo ronda o coração de Eliandro como a serpente do Éden. Pelo que lutar? O que defender? Sobre o que articular? Onde termina um ato deliberado e começa o acaso? Qual a diferença entre risoto e arroz de forno? A verdade está lá fora.