10 de dez de 2010

Crise Existencial - 34ª Temporada - Capítulo Final!

Capítulo final da 34ª Temporada! Um final de temporadada de proporções bíblicas! Bom estar com vocês, brincar com vocês, deixar correr solto o que a gente quiser. Os dias de cão chegaram ao fim! Pode-se escutar os cavalos chegando! Famílias correm em procura de salvação. Florence profetizou. A Fome, a Peste, a Guerra e a Morte deixam um rastro de sofrimento e destruição pelo mundo. Homens gritam, mulheres choram e blasés desdenham revirando os olhinhos. Eliandro, o nosso herói, o campeão da Crise Existencial, se questiona: combater o Apocalipse e salvar a humanidade só para ela ter chance de cagar com tudo novamente? Se o fim do mundo está chegando, por que tentar evitar? Afinal, não está escrito? Se está escrito, quem escreveu? E este escritor ficou sabendo como? Poseidon está processando o cristianismo pelo plágio do tridente, provando que a falta de criatividade é milenar. Serão os deuses astronautas? Não estamos sós no universo? Häagen-Dazs de cheesecake de morango harmoniza com Chadornnay? Aguardem por novas aventuras na nova e eletrizante temporada. Se o mundo não acabar até lá.

8 de dez de 2010

Crise Existencial - 34ª Temporada - Capítulo 61

Últimos capítulos da 34ª Temporada! O câncer do mershandising entrou em metástase na televisão, carcomendo todo o conteúdo de novelas, seriados e programas matutinos. Atores, apresentadores e diretores se tornaram zumbis canibais viciados em cachês publicitários. Eliandro invade a Nasa e rouba um foguete com uma missão eletrizante: explodir todos os satélites em órbita que transmitem a programação das trevas. Conseguirá o nosso herói dar a volta ao mundo em oitenta dias? Será o fim da dinastia do controle remoto? Afinal de contas, térreo e primeiro andar não são a mesma coisa?

7 de dez de 2010

Crise Existencial - 34ª Temporada - Capítulo 60

Últimos capítulos da 34ª Temporada! Eles estão entre nós. Toda a humanidade está sendo abduzida por extraterrestres. O facho de luz com raio trator é uma realidade muito mais corriqueira do que se imagina. Mas, diferente do que Spielberg possa ter dimensionado nos cinemas, as naves alienígenas não são gigantescas. Na verdade, elas são minúsculas, disfarçadas de smart phones e disseminadas pelo sistema através de lojas de eletro-eletrônicos. Conseguirá Eliandro desmascarar esta invasão dissimulada? Ou a civilização está condenada a viver com a cara enterrada num tablet? Chocolate meio amargo harmoniza com Cabernet Sauvignon?

Crise Existencial - 34ª Temporada - Capítulo 59

Últimos capítulos da 34ª Temporada! Eliandro sai às ruas atrás do líder do sistema. Alvo de onze entre dez acusações no que tange as mazelas da existência humana, o sistema deve ter um manda-chuva que o banque e o nosso herói investiga incansavelmente a raiz de todo o mal que assola a humanidade. Num rastro de dor e incompreensão, mensagens subliminares mandadas pelo orkut revelam pistas intrincadas que requerem uma astúcia nunca antes processada pelo cerebelo de nosso campeão. Conseguirá Eliandro juntar estas pistas para solucionar o mistério? O sistema cairá? Se cair, terei que voltar amanhã? Webcam serve para mais alguma coisa além de masturbação assistida?

25 de nov de 2010

Crise Existencial - 34ª Temporada - Capítulo 58

Uma pandemia cáustica está derretendo o cérebro de todos os adolescentes do mundo, comprometendo o futuro da civilização. Eliandro sai às ruas (como de praxe) para decifrar este mistério. Suas investigações chegam a um laboratório clandestino onde se confeccionam celebridades pop que cantam através de cólicas intestinais. Descoberto, nosso heroi tenta fugir. Mariah Carey soa o alarme. Pink, Rihanna e Christina Aguilera ativam seus lamentos ultrassônicos para derreter o cérebro de Eliandro. Mesmo sendo surdo de um ouvido, conseguirá o nosso heroi resistir à liquefação de seus miolos? A Revista Capricho continua Atrevida? Uma aventura de proporções hormonais.

24 de nov de 2010

Crise Existencial - 34ª Temporada - Capítulo 57

Electroclashers, nu ravers, discopunks, indies, emos e outros andróginos adeptos da automutilação se uniram para dar um basta no temperamento impositivo de Eliandro. A Congregação de Usuários de Tênis Converse chegou ao veredito: castrar nosso heroi e expor suas partes íntimas na Oca do MAM, no Ibirapuera. Estará Eliandro fadado ao ostracismo sexual? Facebook substitui o sexo? E chocolate substitui o amor? E dinheiro substitui a felicidade? E cera substitui gel? Eliandro se tranca no banheiro para se despedir de seu amigo inseparável antes de cair nas mãos da Congregação.

12 de nov de 2010

Crise Existencial - 34ª Temporada - Capítulo 56

Últimas semanas da 34ª temporada! Faltando um mês de sua nova revolução solar, a vida de Eliandro vira um verdadeiro inferno astral. Plutão, ressentido de ter sido rebaixado a planetoide, planeja uma vingança contra a raça humana. Cientistas, filósofos e outros desocupados ficam deliberando existencialismos baratos nos bares da Vila Madalena enquanto nosso heroi pega carona nesta cauda de cometa, ver a Via Láctea e encarar um duelo fatal com o ex-planeta que detém o poder abissal de Hades. Conseguirá Eliandro salvar a Terra da iminente colisão? Ou ele irá brincar de esconde-esconde numa nebulosa? Meu amor, nosso amor, estava escrito nas estrelas?

9 de nov de 2010

Crise Existencial - 34ª Temporada - Capítulo 55

O mercado de turning points está em crise e o tédio se confirma como a grande tendência da estação. A sociedade definiu um novo modelo ultraconceitual de felicidade baseado única e exclusivamente no ato de atochar o dedo na tecla K. Eliandro definha diante da escassez de insights pertinentes. Desta vez nosso heroi não sai às ruas. O fantasma do cinismo ronda o coração de Eliandro como a serpente do Éden. Pelo que lutar? O que defender? Sobre o que articular? Onde termina um ato deliberado e começa o acaso? Qual a diferença entre risoto e arroz de forno? A verdade está lá fora.

8 de nov de 2010

Crise Existencial - 34ª Temporada - Capítulo 54

Após uma eleição presidencial em clima de rixa de futebol, nosso heroi sai às ruas para investigar o grande causador de tamanha superficialidade social. Seguindo uma trilha de dor e desespero, o audaz andarilho esquizofrênico acaba chegando a um laboratório clandestino de comédias românticas. Lá ele descobre um esquema macabro de distribuição do material nas esquinas da cidade, a fim de perpetuar a letargia mental na classe média brasileira. Estará Eliandro preparado para um duelo mortal contra Jennifer Aniston e seus asseclas fofinhos e casadouros? O nível de açúcar deste episódio é contraindicado a diabéticos.

4 de nov de 2010

Crise Existencial - 34ª Temporada - Capítulo 53

Devido a um surto descontrolado de reality shows televisivos, a população mundial se transforma numa massa de zumbis catatônicos com sede de exposição na mídia. Eliandro sai às ruas, correndo o risco de ser estuprado por subcelebridades deformadas, numa missão ambiciosa que almeja mudar os rumos desta história: explodir as casas cenográficas que servem de celeiro para a procriação dos desmortos sedentos de fama. Conseguirá nosso herói ressucitar as orações subordinadas substantivas subjetivas numa sociedade comprometida pelo Photoshop? Terá o Paredão o mesmo destino do Muro de Berlim?

Crise Existencial - 34ª Temporada - Capítulo 52

A China dominou o mundo numa grande manobra militar, rendendo o Ocidente aos caprichos asiáticos. A palavra de ordem é o I-Ching, e quem ousar levantar a voz em nome de Jesus Cristo vira ração de panda nos campos de concentração de Nanquim. Nosso herói está achando tudo isso o máximo e foi tirar umas férias em Bali, esperarando que a faxina cultural chinesa limpe o mundo da decadência ocidental. Eliandro finalmente adotará o Feng Shui como filosofia de vida? O tigre e o dragão sucumbirão às adagas voadoras? Um capítulo de proporções demográficas.

31 de out de 2010

Crise Existencial - 34ª Temporada - Capítulo 51

O capítulo maldito. Eliandro foi possuído pelo Monstrinho da Calabouço e cometeu uma série de barbáries pela cidade. O número de baixas ainda não foi computado pela Secretaria de Segurança e medidas drásticas foram tomadas para dar fim ao massacre. Agente Engov entra em cena e faz o nosso campeão beijar a lona antes que o mundo acabasse num período anterior ao de 2012. Com grandes poderes vem grandes responsabilidades? O poder absoluto corrompe? Querer é poder? Quem pode, pode e quem não pode, se sacode? Mamãe posso ir? Pode. Quantos passos? Dois de formiguinha.

28 de out de 2010

Crise Existencial - 34ª Temporada - Capítulo 50

A interminável crise existencial de Eliandro aliada a um surto de automedicação esquizofrênica ocasionou um processo de seleção natural dentro do corpo de nosso herói, gerando uma superbactéria fatal que ataca somente gente folgada e malandra. Já são mais de 70 milhões de mortos no Brasil e os números aumentam. As autoridades sanitárias perseguem Eliandro, no intuito de conseguir uma amostra de sangue e criar uma vacina. Só quando a contagem bater nos 100 milhões, nosso herói vai oferecer apoio e, então, ajudar e reconstruir a nação com os poucos e bons que sobraram.

26 de out de 2010

Crise Existencial - 34ª Temporada - Capítulo 49

Um meteoro de chocolate suíço, da envergadura de um satélite jupiteriano, se aproxima do Planeta Terra anunciando o fim dos tempos. A Suíça, em pronunciamento oficial, se exime da responsabilidade de tal catástrofe. A ONU formaliza um apelo à única pessoa capaz de lidar com a situação. Sim, ele mesmo, nosso herói, Eliandro. Estará Eliandro disposto a sacrificar sua abstinência ao chocolate, depois de estar limpo num período recorde de 72 horas, em prol da humanidade? Ou será o fim do mundo? Jesus voltará? Ou Madonna lhe dará uma segunda chance?

Crise Existencial - 34ª Temporada - Capítulo 48

Difícil relatar. Relar. Latir. A hora. Agora. Afora... O espírito da poesia concreta se apossa do corpo de nosso herói. Dói. Destrói. Conseguirá Eliandro, Helius, Andrus, o sol, o homem. Somem. Tomem. Abdomem. Terá ele o mesmo destino? Desatino? Caprino? Não perca. Acerca. A cerca.

25 de out de 2010

Crise Existencial - 34ª Temporada - Capítulo 47

Eliandro, the King of Ponyland, precisa executar o mais audacioso resgate de sua vida: o do seu coração. Após passar uma eternidade no alto de uma torre, o coraçãozinho de nosso herói começa a apresentar um irreversível quadro de claustrofobia e quer, novamente, pulsar livremente, brincando nos campos do Senhor. Acontece que o Senhor Jordão, o dono dos campos, encara a expressão do amor livre como uma ameaça aos seus planos de dominação territorial. Conseguirá Eliandro abrir o seu coração em campos de Jordão? A infâmia sem limites deveria ser crime? Um episódio de apertar o coração.

Crise Existencial - 34ª Temporada - Capítulo 46

Após um tenso final de semana nas garras de Dr. Merlot, o etílico arquirrival de nosso herói, Eliandro junta os caquinhos de sua dignidade depois de, fora de sua sã consciência, ter declarado amor a estranhos, criado uma comoção sonora no condomínio e comprado passagens aéreas para algum destino e período aleatórios. Conseguirá Eliandro se livrar da ressaca física, moral e existencial de ter cedido aos encantos de tão vil criatura engarrafada? Esta resposta e outras ele perseguirá depois de um café bem forte. Com leite, pra não atacar a gastrite, por favor.

18 de out de 2010

Crise Existencial - 34ª Temporada - Capítulo 45

Depois de um sábado à noite sempre tem uma manhã de domingo. Toda catarse emocional do final de semana se apaga e Eliandro não tem para onde fugir. Seu castelinho de cartas de determinação, altivez e coragem cai por terra com o marasmo cinzento deste dia inútil. Sobreviverá Eliandro à Síndrome da Apatia Dominical? Ao baixar a guarda, nosso herói permite a fuga de seus demônios interiores na forma de uma figura vilanesca: o Monstrinho do Calabouço. Conseguirá Eliandro colocar o Monstrinho do Calabouço de volta à jaula antes que o seu alter ego escolha um caminho sem volta de gafes irreparáveis? Enquanto isso, na Sala de Justiça...

14 de out de 2010

Crise Existencial - 34ª Temporada - Capítulo 44

Após salvar 33 mineiros de um pão de queijo mutante assassino, Eliandro é condecorado herói nacional e recebe, como prêmio da nação, o cargo vitalício de Presidente da República. O que os pobres brasileiros não imaginavam é que tudo não passava de um diabólico plano de conspiração. No poder, o neodéspota legitima o casamento gay, o aborto, a eutanásia, a pena de morte e a maconha. Tudo isso no objetivo de levar a humanidade ao colapso e entregar o mundo às baratas, herdeiras naturais do planeta. Conseguirá a humanidade ludibriar o tirano Eliandro de seus planos?

13 de out de 2010

Crise Existencial - 34ª Temporada - Capítulo 43

A overdose de chocolate causa terríveis transtornos de personalidade em Eliandro. Após uma orgia de frappuccino de crème brûlée e bis limão, nosso herói corre nu pela Avenida Paulista com um coquetel molotov em punho, ameaçando incendiar o Conjunto Nacional caso a Nestlé não volte a fabricar Kit Kat no Brasil. Sua prisão por atentado ao pudor só foi evitada graças ao sucesso dos vídeos no Youtube que sua performance rendeu. Conseguirá Eliandro reerguer a cabeça após a ressaca de glicose? Seu discurso pela livre chocolatria sucumbirá ao convite para posar na G Magazine? O que veio primeiro: o reality show ou o desocupado? Se tornará Eliandro um indivíduo meio amargo?

11 de out de 2010

Crise Existencial - 34ª Temporada - Capítulo 42

Depois de um final de semana entregue ao vícío do chocolate, Eliandro começa a semana no Controle de Danos (vulgo academia), onde precisa lutar pela vida contra uma gangue de instrutores de ginástica. Após uma minuciosa investigação, nosso herói descobre a terrível verdade: o autoproclamado templo de qualidade de vida não passa de fachada para uma seita pagã que prega o sacrifício divino através da prática sadomasoquista. Mas ao invés de chicotes e prendedores de mamilos, o ritual se dá com halteres e anilhas. Conseguirá Eliandro fugir destes facínoras pedalando por uma hora sem sair do lugar? Até que ponto vai o ser humano para evitar a pochete genética? É possível fazer mousse de chocolate não usando gelatina sem sabor?

8 de out de 2010

Crise Existencial - 34ª Temporada - Capítulo 41

O hype da anemia assola Sampa City. É difícil falar... Difícil sorrir... Difícil dançar... Eliandro, embuído de seu temperamento dramático e movimentos bruscos, luta contra uma horda de zumbis blasé, quando recebe uma mordida na jugular de uma criatura não-morta que perambula pelas madrugadas da cidade que nunca dorme. Será que Eliandro voltará a rir novamente? Estará Eliandro morto para o sexo? Conseguirá Eliandro abandonar o chocolate e viver de fotossíntese conforme as diretrizes da legião de samambaias conceituais? A space disco substituirá o Rivotril? Paro por aqui, difícil escrever...

Crise Existencial - 34ª Temporada - Capítulo 40

Eliandro finalmente vence o concurso da ilustração mais bacana de todos os tempos e ganha, como prêmio, uma superviagem por todo o continente europeu com tudo pago. Na sua passagem por Milão, Eliandro se entrega a uma esfuziante e tórrida paixão que o marcará para o resto da vida. Em Madrid, se torna amigo de infância de Pedro Almodóvar e recebe o convite para co-dirigir o seu próximo filme. Em Londres, é condecorado com o título de Sir pela Rainha. No República Tcheca, Eliandro salva a vida de uma criança em uma guerrilha urbana e recebe o Nobel da Paz. Eliandro acorda.

7 de out de 2010

Crise Existencial - 34ª Temporada - Capítulo 39

A tarde vai, a noite cai e eles ainda não apareceram. O toldo da varanda faz um barulho. Estado de alerta. Taquicardia. Serão eles afinal? Mas não... Desta vez era só o vento da chuva se prenunciando. Todos os dias, Eliandro observa a janela de seu apartamento, esperando a iminente invasão dos Ninjas Assassinos do Vaticano. Após se permitir trepudiar uma porção de dogmas sagrados em sua dúvidável produção de conteúdo, o aspirante a engraçadinho teme por ter mexido com forças muito além de sua compreensão. O humor desmedido tem um preço a pagar? Será que Eliandro vai virar ração para os cães de guarda da Capela Sistina?

Crise Existencial - 34ª Temporada - Capítulo 38

Após recobrar a consciência causada por uma overdose de música pop londrina, Eliandro reflete sobre a aridez na região de seu coração que deveria ser destinada ao seu nacionalismo. Afinal, não existe nada no Brasil que possa chamar a atenção deste rapaz ávido por novidades? Brasil se resume a Ivete Sangalo e genéricos? Num rompante emocional, Eliandro sai às ruas, com um plano controverso: matar cada um dos 1.351.592 pessoas que votaram no Tiririca para, só então, se permitir experimentar o barato do "orgulho de ser brasileiro". Quais serão os planos de Tiririca e sua lacaia Florentina de Jesus para impedir a vitória do bom senso nas ruas do país?

Crise Existencial - 34ª Temporada - Capítulo 37

Eliandro pira na batatinha com a sua pseudo-série de Facebook e começa a referir-se a si mesmo em terceira pessoa. Como um autêntico resumo de capítulo de série. Mas afinal, o que é autêntico nos dias do hoje? Existe produção de cultura ou tudo não passa de exercício de estilo? Existe rock depois de Beatles? E reggae depois de Marley? Existe dance music depois de Madonna? Ainda existe amor à primeira vista? Ou tudo não passa de uma campanha de publicidade do parperfeito.com para sugar as economias de almas solitárias pós-modernas? Eliandro sai em busca de respostas, mas só encontra um pão de queijo borrachudo e uma vitamina de mamão na padaria da esquina.